Inalcançável.

fevereiro 04, 2019

"Não te amo como se fosses rosa de sal, topázio

ou flecha de cravos que propagam o fogo:
amo-te como se amam certas coisas obscuras,

secretamente, entre a sombra e a alma. "
Plabo Neruda.


E para sempre ela fitará o inalcançável


Não. Não desejo mais cultuar a vós, ó inalcançável! Ilusões da mente. Mentiras sinceras. Paradoxo da raça humana. Masoquismo do coração.
Porque és tu simplicidade que agora me sorri aos olhos. Cheiro da terra do meu ser, na qual meus pés pisam e fincam raízes, abrindo minúsculos caminhos interligados sob a terra escura.
Chega de drama de Hollywood ou conto da branca de neve! O amor romântico destrói sorrisos sinceros. Quero viver como em uma canção de Chico, cotidianamente vivendo a vida ou em um poema de Neruda entre o amor e o mar,
O meu príncipe, que nem príncipe será, irá chegar em um velho burrico, montado na mente. Sem tantas emoções, porque simplesmente o é ou simplesmente quer vir à ser, porque é tudo tão simples que parece ser complicado.


 Na "Segunda artística" de hoje falo sobre o livro WE - A Chave da Psicologia do Amor Romântico de Robert Johnson. A partir  da leituraconsegui compreender todos os meus conflitos de relacionamento, veja o vídeo e entenda como:






You Might Also Like

16 Comments

  1. Uau, quanta poesia e intensidade nas palavras!
    Tenho que ir ver o vídeo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grata pelo apreço Andreia! Espero que tenha curtido o vídeo. Abraços!

      Excluir
  2. Gostei do vídeo, menina. Prossiga!
    O blog é bem bonito, interessante e cheio de poesia.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Com certeza darei seguimentos, aos trancos e barrancos no momento rs
      Grata pelos elogios! Abraços!

      Excluir
  3. Obrigada pela visita e suas palavras
    Quanta sensibilidade plantada por aqui!
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu agradeço a sua visita também! Fico feliz pelo apreço. Abraços!

      Excluir
  4. Um magnífico post.
    Gostei imenso, parabéns.
    Um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz com as palavras Jaime e por ter gostado. Abraços!

      Excluir
  5. OI LU!
    ADOREI O POEMA DE NERUDA, DITO POR TI.
    UM POST PRIMOROSO.
    ABRÇS
    https://zilanicelia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Passando a agradecer a sua gentil visita, no outro dia, em artandkits.blogospot.com e adorando conhecer este cantinho!
    Gosto imenso de Pablo Neruda... o poeta do amor!... E adorei a sua abordagem sobre o tema, do amor romântico, no video!
    Beijinhos, Lu! Continuação de uma óptima semana!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu que lhe agradeço agora pela visita e pelo carinho. Fico muito feliz que tenha gostado. Abraços!

      Excluir

obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no Instagram @caleidoscopiode.ideias

Catadores de cacos