Infiltrado no Klan, de Spike Lee #vidasnegrasimportam

fevereiro 25, 2019


Como se destrói o ódio?
Ame e será amado.
Como amar quem está com o gatilho armado?
Dê a outra face.
ComoS, se com a mínima reação,
O corpo já está no chão?
Do teu sangue e suor cresceram nações.
Roubaram a realeza da tua cor.
Mutilados. Queimados. Decepados.
Como esquecer e declarar, tá tudo perdoado?
Em armas, aparentemente, silenciosas está o ataque.
Música. Cinema. Literatura.
O cerco tá fechado
E quando tu vê racista,
Teu corpo que vai tá sendo queimado.


Escrevi esse poema para tentar desfazer o peso no meu coração após ver o filme "Infiltrado no Klan", de Spike Lee, ganhador de Melhor Roteiro Adaptado no Oscar 2019. O discurso de Spike Lee foi um dos pontos altos da premiação, ele disse "Diante do mundo, eu gostaria de reverenciar os ancestrais que construíram esse país, e também os que sofreram genocídios. Os ancestrais que vão ajudar a voltarmos a ganhar nossa humanidade. As eleições de 2020 estão chegando, vamos pensar nisso. Vamos nos mobilizar, estar do lado certo da história. É uma escolha moral. Do amor sobre ódio. Vamos fazer a coisa certa”  
Esta semana farei postagens voltadas ao movimento #vidasnegrasimportam, em homenagem ao jovem Leandro de 17 anos, morto sufocado por um segurança de supermercado.

Confira o vídeo no qual comento meus sentimentos em relação ao filme  curtam e se inscrevam no canal!

You Might Also Like

0 Comments

obs: comentem sobre o texto
elogios e críticas são bem vindos, contanto que leiam e mostrem sua opinião.

sigam-me no Instagram @caleidoscopiode.ideias

Catadores de cacos